Criado bioestimulante para proteger sementes de pimentão Destaque

Escrito por  Nov 05, 2019

Uma equipe de cientistas do Instituto Potosino de Pesquisa Científica e Tecnológica (Ipicyt) criou uma formulação 100% de potosina que funciona como um bioestimulante de sementes, ou seja, é uma substância que protege as sementes de pimentão contra ataques de fungos, melhorando o rendimento das culturas e protegendo-os contra outros patógenos. Este novo produto foi denominado IPI-Formula e o líder do grupo de pesquisa é o Dr. Sergio Casas Flores, do Laboratório de Genômica Funcional e Comparativa, do IPICYT.

Bioestimulantes são substâncias ou microrganismos que, quando aplicados às plantas, são capazes de melhorar sua eficácia na absorção e assimilação de nutrientes, tolerância ao estresse biótico ou abiótico ou melhorar algumas de suas características agronômicas, independentemente do teor de nutrientes das plantas. Eles estão entre os produtos mais antigos utilizados na agricultura. Sempre houve a necessidade de estimular o crescimento das plantas para aumentar a produtividade e, ainda mais, quando o agricultor vê que sua colheita pode ser diminuída, principalmente depois de um mau tempo.

O uso do termo bioestimulante é mais recente. A partir de meados da década de 90, artigos e publicações começam a aparecer mencionando o termo bioestimulante e, até hoje, o uso desse termo cresceu exponencialmente. Os bioestimulantes agrícolas aumentam a tolerância das plantas contra os efeitos adversos do estresse abiótico, ajudando a proteger e melhorar a saúde do solo, incentivando o desenvolvimento de microrganismos benéficos para ele. O solo saudável retém a água com mais eficiência e resiste melhor à erosão.  

Por: Agrolink -Leonardo Gottems

  1. Mais vistas
  2. Destaques
  3. Comentários
Ad Right

Calendário

« Junho 2022 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30