Entender o modo de ação é fundamental no MIP Entender o modo de ação é fundamental no MIP Foto: Divulgação

Entender o modo de ação é fundamental no MIP Destaque

Escrito por  Dez 31, 2018

O ponto principal na hora de fazer o Manejo Integrado de Pragas (MIP) é entender o modo de ação do biopesticida e determinar se ele é o produto certo para a praga que os preocupa. Foi isso que informou a especialista no cultivo de morangos e legumes do Departamento de Extensão Cooperativa da Universidade da Califórnia, Surendra Dara.



“Além disso, eles devem escolher o biopesticida dependendo da espécie de peste e do estágio da vida. Por exemplo, os produtos Bt são geralmente usados para combater pragas de lepidópteros; as piretrinas são usadas para combater uma grande variedade de pragas; azadirachtin pode ser usado quando você tem estágios imaturos; e fungos entomopatogênicos podem ser usados contra pragas de sucção”, comenta.

Ela explica que a eficácia de biopesticidas depende de vários fatores, incluindo o tempo de aplicação, com a combinação de agentes tensioactivos e outros pesticidas, as pragas a que se destinam, as taxas de aplicação e o grau de infestação. Além disso, um crescimento descontrolado de insetos pode levar vários dias para começar a ter efeito sobre a população da praga a ser controlada.  

“Não é que essas pragas sejam difíceis de controlar, no entanto biopesticidas são ferramentas adicionais que podem ser usadas na estratégia do MIP. No caso do inseto Bagrada, as mudas recém-emergentes são mais vulneráveis do que as plantas mais antigas e os percevejos podem chegar em grande número, representando grandes desafios para a agricultura orgânica”, conclui a especialista em entrevista para o portal especializado hortalizas.com.

 

Fonte: Agrolink

    1. Mais vistas
    2. Destaques
    3. Comentários

    Calendário

    « Outubro 2019 »
    Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
      1 2 3 4 5 6
    7 8 9 10 11 12 13
    14 15 16 17 18 19 20
    21 22 23 24 25 26 27
    28 29 30 31