Após, mais de 20 anos de experiência, convivendo com produtores rurais, de todas as explorações agrícolas e pecuárias, em seus mais variados modelos de negócios, intensivo, extensivo, sistemas integrados de produção, de forma independente, em parceria com indústrias, pude observar o que é mais relevante para garantir o desempenho de propriedades rurais, a partir de indicadores e suas métricas que devem estar dentro dos respectivos parâmetros, independentemente da ou das atividades que estejam ou são exploradas no seu empreendimento rural.

Os bioestimulantes são alternativas bastante utilizadas na produção de alimentos com a finalidade de aumentar a produção agredindo o mínimo possível o meio ambiente. Nesse cenário, o portal especializado hortalizas.com listou uma série de cinco maneiras pelas quais esses produtos contribuem positivamente para uma agricultura sustentável.

A primeira delas é o aumento da produtividade, sendo que os bioestimulantes proporcionam um impulso adicional aos resultados das culturas. A segunda maneira é a capacidade de melhorar a tolerância das plantas ao estresse abiótico, reforçando o vigor das plantas, tornando-as mais resistentes para sobreviver e recuperar durante períodos de condições climáticas extremas.

Além disso, os bioestimulantes auxiliam as plantas a assimilar nutrientes, visando garantir um maior retorno do investimento para os agricultores e menos impactos indesejáveis no meio ambiente. A quarta maneira pela qual esses produtos conseguem contribuir com a agricultura sustentável é promovendo uma maior qualidade da produção, incluindo o teor de açúcar, a cor, o ambiente, a firmeza e a absorção de nutrientes, o que, por sua vez, pode aumentar a renda dos agricultores e melhorar o armazenamento.

Por fim, bioestimulantes podem melhorar a saúde do solo, pois suportam o desenvolvimento de microrganismos benéficos do solo que melhoram a sua saúde. Nesse cenário, um solo saudável retém a água de forma mais eficaz e diminui a erosão do solo, aumentando a sustentabilidade durante a produção.

De acordo com o portal, o objetivo desse levantamento foi identificar novos compostos bioativos e microrganismos benéficos, saber mais e mais precisamente como eles atuam na planta, quais mecanismos bioquímicos e fisiológicos estão envolvidos, entre outros. Em suma, dar luz e uma base científica de como os bioestimulantes são produtos necessários para a agricultura.


(por Leonardo Gottems - Agrolink)

  1. Mais vistas
  2. Destaques
  3. Comentários

Calendário

« Novembro 2019 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
        1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30