Conheça a rastreabilidade vegetal e a sua importância no mercado agrícola Destaque

Escrito por  Out 01, 2019

Rastreabilidade é o conjunto de procedimentos que permite detectar a origem e acompanhar a movimentação de um produto ao longo da cadeia produtiva, mediante elementos informativos e documentais registrados, ou seja, identificar qual é o produto, de onde ele veio e para onde ele vai. Em tempos de “fake news” sobre a procedência de produtos diversos, a rastreabilidade é uma ferramenta que contribui para verificar a informações seguras sobre um determinado produto.

Na região do Vale do São Francisco, entre Juazeiro (BA) e Petrolina (PE), os produtores de frutas e hortaliças, dentre outros produtos, vêm sendo conscientizados sobre o assunto por meio de uma campanha do Sindicato dos Produtores Rurais de Petrolina (SPR).

Devem fazer a rastreabilidade todos que produzem, manuseiam e comercializam frutas e hortaliças (Divulgação)

A iniciativa, que visa ainda o monitoramento e controle de resíduos de defensivos agrícolas, faz parte de uma mobilização nacional articulada pelo sistema CNA/SENAR para difusão do ‘AgriTrace de Rastreabilidade Vegetal’.

Uma ferramenta digital foi desenvolvida pelo Instituto CNA para ajudar os produtores de frutas e hortaliças a atender a Instrução Normativa Conjunta ANVISA/DAS – MAPA nº 2, publicada pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento – MAPA e a Agência Nacional de Vigilância Sanitária-ANVISA, em 08/fevereiro de 2018.

Para operar a ferramenta, basta acessar a internet. Ela permite o registro das informações de plantio, colheita e expedição, visando a geração da identificação do produto, origem e destino.

O produtor terá em mãos um computador, impressora conectada com papel ou etiquetas que deverão ser colocadas nos produtos comercializados e, caso tenha interesse, poderá preencher os dados e enviar ao sistema por meio do celular.

O produtor pode informar ainda a localização da propriedade, quantidade dos produtos, numeração do lote, informações do comprador, talhão plantado, insumos utilizados, tratos culturais realizados, dentre outras informações.

De acordo com o presidente do SPR, Jailson Lira, devem fazer a rastreabilidade todos que produzem, manuseiam e comercializam frutas e hortaliças, os embaladores e beneficiadores, o distribuidor, atacadista e importadores, bem como os feirantes e varejistas.

“Nosso sindicato já está disponibilizando acompanhamento técnico para facilitar o acesso ao módulo que permite o cadastramento dos produtores, fornecedores e associados”, disse.

De acordo com Lira, o processo é bem simples e logo após o produtor se cadastrar no sistema AgriTrace o Sindicato acessa a plataforma e faz sua vinculação digitando o CPF ou CNPJ.

Para mais informações, os interessados vem entrar em contato com o Sindicato Rural de Petrolina: (87) 3861-3510 /  www.sprpetrolina.com.br.

  1. Mais vistas
  2. Destaques
  3. Comentários

Calendário

« Outubro 2019 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
  1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30 31