Pesquisadores do Instituto de Biologia Celular e Molecular da Universidade Politécnica de Valência (UPV) e do Conselho Superior de Pesquisas Científicas (CSIC) mostraram que um aroma emitido pelo tomate pode proteger outras culturas contra infecções ou secas. Segundo o estudo, publicado na revista "Frontiers in Plant Science", os tomates emitem o referido composto volátil, chamado "butirato de hexenila" (HB), para resistir aos ataques de bactérias, e poderia ser usado em outras plantas.

Garantir que o tomate para processamento chegue ao consumidor final o mais saudável possível é o grande desafio das indústrias instaladas no Brasil. Para isso, o setor vem estudando formas de produzir boas safras sem a necessidade de tantos defensivos agrícolas. O assunto foi debatido durante o curso “Doenças e diagnose do tomate”, ministrado ontem, no primeiro dia do 9º Congresso Brasileiro de Tomate Industrial (9ºCBTI), realizado no Centro de Convenções da UFG, em Goiânia (GO).

Com até três vezes mais licopeno, substância que combate os radicais livres que provocam o envelhecimento precoce e outras doenças, variedade também ganha em produtividade

  1. Mais vistas
  2. Destaques
  3. Comentários

Calendário

« Outubro 2019 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
  1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30 31